domingo, agosto 07, 2005

Os olhos azuis da Mimi

Image hosted by Photobucket.com
Agora vou contar uma pequena história em meia dúzia de palavras: a minha prima Rosa tinha uma boneca chamada Mimi. Um dia quis abri-la e acabou por lhe tirar os dois olhos de vidro azuis, ligados entre si por um arame. Ela gostava da boneca, mas, talvez por isso, queria muito saber como ela era por dentro. Por fora já a conhecia bem. Um dia deu pela falta da boneca, deve tê-la deixado em qualquer lado, perdeu-a. Ficou triste, triste, porque mesmo que arranjasse outra, nunca seria como a sua Mimi dos olhos soltos. No entanto ficou com o par de olhos unidos por um araminho de dois centímentros. A Rosa, que agora já é avó, ainda hoje os guarda, pousados dentro de uma caixa de vidro que está exposta na sala, iluminada por uma lâmpada fraquinha. É que aqueles olhos azuis ainda lhe fazem companhia e ela continua a pensar que um dia a boneca pode aparecer.

2 Comentários:

Às 12:11 PM , Blogger maria joao martins disse...

Era de esperar que esta história de bonecas me ia encantar ainda mais do que todas as que já me encantam neste blog. É que as bonecas são o primeiro amor de uma menina e nunca nos curamos inteiramente dele, como, aliás, acontece com todos os amores felizes.

 
Às 6:50 PM , Blogger Tiago Alves disse...

a historia está bonita mas os olhos da boneca fazem lembrar os filmes de terror, com bonecos malvados ou possuidos :|

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial