terça-feira, agosto 30, 2005

funcionamento da máquina de escrever

Image hosted by Photobucket.com


Royal

Alavanca é o sistema, força contra força e bate na tecla,
salta letra salta, salta letra salta

minúscula bate na fita, grava no papel
a tinta preta da quase meia fita alta

sobe o teclado, bate a maiúscula e eleva-se a fita, grava no papel
a vermelha tinta da mais de meia fita baixa

à mão se avança o rolo:
toque na esquerda e a roda dentada volta o carreto
a um
a dois
a três espaços se roda o papel

e se engano houver
borrachas de máquina azuis e redondas de buraco no meio
ou novo papel cansado no rolo, cheio de medo que lhe troquem
as letras

(ou tudo de novo sem copy nem paste)

3 Comentários:

Às 9:53 AM , Blogger Tiago Alves disse...

sem duvida que agora, enquanto escrevo no teclado do computador, tudo e mais facil e pratico, mas n tem a mistica dessa senhora ai. ainda me lembro quando a minha prima me pos a maquina de escrever a frente a primeira vez, e durante a tarde nada mais se ouviu naquele quarto que não o bater das teclas, seguido pelo rlimmp,bem diferente deste que ouço agora.

 
Às 12:43 PM , Blogger jms disse...

uma das desvantagens dos computadores é não ouvirmos, de forma tão física, a "música" da escrita e aquela espécie de campaínha que nos alertava para o fim das frases.

 
Às 10:42 PM , Blogger Maria disse...

Aprendi numa máquina destas. Trabalhei muito nestas máquinas e noutras mais modernas. Cartas com duas cópias e sem o mínimo de erros ...
Contratos de promessa de compra e venda..Registos Provisórios em papel selado... Agora escrevo num portátil..

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial