quarta-feira, abril 19, 2006

a energia da "Família Feliz"



Video de A. Ferra

Chamei a este conjunto de bonecos acrobáticos “Família Feliz”, nome baseado num prato chinês, não sei qual o número, com esta designação no menu. Realmente estes parecem constituir uma família feliz - o pai, a mãe e o miúdo, ali às voltas, sem se cansarem.
É um aparelho cujo funcionamento se deve à energia eléctrica que vem de duas pilhas de volt e meio colocadas no seu interior. Quer dizer, uma pessoa dá lanço com a mão e depois, não sei como, os manequinzinhos desatam a andar e nunca mais param.
Eu gostava é que isto fosse o verdadeiro motu continuo, isto é, que nele se gerasse um movimento perpétuo, um movimento que pudesse ser multiplicado infinitamente e resolvesse o problema da energia no planeta, através desta fonte única, a “Família Feliz”. Mas já sei que o resultado é apenas aparecerem pessoas a procurar no “google” informação sobre energia eléctrica e motu continuo, sem que fiquem a saber grande coisa, tal como aconteceu com o autoclismo, com a máquina de escrever, com o corta-unhas, com a captação de água, com a criação poética...

Nota: o entusiasmo e a velocidade atingida pelos excitadíssimos bonecos é tal, que a câmara tem dificuldade em registar o movimento com clareza, e fica assim um rodopiar desfocado.

1 Comentários:

Às 2:55 AM , Blogger Ultraperiférico disse...

Brinquedos para manter em nós, talvez, o que resta da infância.
Brinquemos pois, blogando a sério.
Abraços.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial