quarta-feira, dezembro 27, 2006

para não perder a mão

1 Comentários:

Às 12:55 AM , Blogger psicoarte disse...

Na pesca da vida, a cana tem de ser exercitada na repetição, na aprendizagem incessante para não perder a mão. Assim o é com o violinista ( cinco dias sem tocar perde a mão...), o cirurgião... que pode ser Deputado e fazer clínica e, dum modo geral, nas diversas profissões. Como a mão se liga ao cérebro, há uma profunda intimidade entre os dois: o exercício, o fazer, o experimentar jogam um papel extraordinário na criatividade. Sem a dita "transpiração" não há evolução sendo o paradigma da exigência mínima do Ministério da Educação uma porta aberta para a dependência, para a ignorância, para o conformismo, para a passividade face aos outros países parceiros europeus. Como o Espaço Europeu tem falta de mão-de-obra não especializada, à falta da imigrantes ficamos como Reserva...Apostando em nível de exigência mais alta, o Ducado do Luxemgurgo é um exemplo de procura de sabedoria, sendo esta a sua maior riqueza.
A bem de Portugal, disse.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial